Gay e OK

29jun09

Hoje de manhã, lendo a Revista do jornal O Globo, me surpreendi. Sei que nem todos os leitores do Gay e OK são do Rio de Janeiro, e lamento que o site do jornal não tenha versão do artigo online, mas, aos que puderem, peço que procurem ler a coluna do psicanalista Alberto Goldin publicada hoje. O título? “Gay e o.k.”. Não sei se se trata de uma coincidência.  Muitos amigos se surpreenderam ao ver o título, assim como eu mesma. Por este motivo, e também pelo tema da coluna, decidi escrever ao jornal. Abaixo publico o e-mail enviado.

* * *

Edito há quase 2 anos o blog Gay e OK (https://gayeok.wordpress.com). Neste espaço, comento notícias, indico produtos culturais e faço entrevistas, a fim de estimular o debate sobre a homossexualidade e de tratar este tema, sempre tão problematizado, de forma mais positiva e natural. Mesmo ainda sem esforços de divulgação, conto com um grupo fiel de leitores – média de 150 visitas diárias no ano de 2009, com um total que ultrapassa 50.000 acessos nestes 2 anos de trabalho.
Qual não foi a minha surpresa, nesta manhã, ver o nome “Gay e o.k.” batizando a coluna do psicanalista Alberto Goldin. Dado o título e o assunto, não me resta alternativa a não ser comentar.
Quando escolhi o nome para o meu blog quis demonstrar que é plenamente possível ser homossexual e estar de bem com isso, e que a homossexualidade não é doença, não é problema, e sequer precisa ser questão. Carecemos de modelos, pouco somos representados na mídia, e socialmente lidamos com a invisibilidade quase todo o tempo, e desta maneira, sem referências, é difícil se entender, se aceitar e se assumir. Ao comentar sobre filmes, sugerir atividades culturais ou entrevistar realizadores do universo GLBT, estou buscando atestar que ser gay é ok através de exemplos positivos, e assim ajudar a pessoas como eu a viver de forma mais leve e plena.
 
Li a carta do leitor Fábio e a resposta do Alberto Goldin. Acredito que o comentário foi bastante feliz, mas gostaria de levantar um ponto importante – a confusão entre ser homem e ser masculino; o gênero, o papel social e até o “jeito” de cada um. Um homem gay, por mais afeminado que possa ser, ainda é um homem. Entendo que o incômodo do leitor não era sua homossexualidade, e sim o “parecer” homossexual (o que entra no jogo da visibilidade social, e para mim denotou que, apesar de estar confortável em relacionar-se intimamente com homens, exercer sua identidade gay ainda é um problema – mas não sou psicanalista). Acho que isso poderia ter ficado mais claro: o mais feminino dos gays não deixa de ser homem, e a mais butch das lésbicas não deixa de ser mulher, mesmo se relacionando com pessoas do mesmo sexo, e mesmo até podendo desempenhar papéis de gênero diferentes dos convencionalmente praticados.
 
 
Tendo sido o título coincidência ou não, convido a todos a uma visita ao blog. Estava de férias, mas nesta semana entrarei com novos posts.

Cordialmente,
Mariana Amaral

Anúncios


7 Responses to “Gay e OK”

  1. Eu adoro a coluna do Goldin. Quando leio a Revista de O Globo de domingo, sempre deixo a coluna dele para o final. Mas esse fim de semana, infelizmente, não comprei o jornal. Você bem poderia reproduzir a coluna aqui, hein? ;)

  2. Também gostaria de ler a tal coluna aqui…
    Sou de SP, não tive a oportunidade de ler o jornal..

  3. 3 Mandy

    Sempre achei que fosse possivel [ainda que meio complicado, por causa da sociedade] ser gay e de boa com a vida..
    Acho q oq falta é bons exemplos na midia, pq a imagem dos gays é sempre o estereótipo… Mostrar que gays não são aberrações, e q são pessoas normais.

    Abraço, e lindo o blog!

  4. 4 mileni

    raramente leio o jornal no domingo mas, por acaso, comprei esse e também lembrei do blog quando vi a coluna. aliás, é excelente seu blog. bjs.

  5. 5 Bárbara Deister

    se tiver acontecido um caso de plágio dúvido que eles assumam, o que os jornais mais fazem é lançar mão de conteúdos de blogs. eu vejo isso acontecer sempre.

  6. 6 Glauco

    Mariana, adorei sua resposta, pena que não li a materia… não tem como colocar aqui não? Adorei o blog, entrei agora pela primeira vez, vou adicionar aos favoritos. Ganhou mais um leitor. Continue o bom trabalho. Beijos

  7. 7 gayeok

    Olá, Glauco! Muito obrigada pela visita e pelos elogios! Queria muito postar aqui, mas infelizmente não tenho a matéria completa online… beijos!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: